previous arrow
next arrow
Slider

Quem pode participar?

Todos os que desejam uma nova educação: educadores,  professores da rede pública e/ou privada,  pais, entre outros. Para a reconfiguração das práticas, incentivamos a formação de núcleos de projeto de inovação, equipes de educadores de uma mesma instituição ou iniciativa, que, juntos, iniciarão a reelaboração da sua cultura pessoal e profissional.

Existe algum pré-requisito?

Sim, ter disponibilidade de, além dos encontros programados, dedicar duas horas por dia para desenvolvimento de propostas de intervenção, ao longo da formação. E conexão de internet estável e regular.

Como vai acontecer?

Serão constituídos núcleos de formação onde, durante 09 (nove) semanas, o participante, apoiado por 03 (três) tutores, percorrerá uma trilha de aprendizagem de práticas do paradigma da aprendizagem: auto planejamento, tutoria, pesquisa, projeto, auto formação, trabalho em equipe, avaliação formativa, contínua e sistemática e, constituição de núcleo de projeto de inovação.

A formação prevê um total 54 horas sendo: 4 horas de acolhimento e formação dos núcleos, 10 horas de auto formação, 16 horas de tutoria, 10h de produção de evidências de aprendizagem, 2 horas de partilha de aprendizagens, 10 horas para constituição de núcleo de projeto de inovação e 2 horas de planejamento.

Como é o Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA?

O participante contará com os recursos do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da EcoHabitare, para o desenvolvimento das atividades propostas pelo tutor. Para isso, disponibilizamos:

Moodle, com várias referências de leitura, e portfólio para postagem das evidências de aprendizagem;

Zoom, plataforma onde serão realizadas as videoconferências;

Telegram, utilizado para comunicações urgentes.

Haverá certificado?

Sim. Aqueles que apresentarem evidências de aprendizagem no portfólio do AVA e preencherem o questionário de avaliação do processo formativo, receberão um certificado de participação após 60 dias do encerramento, constando dele a indicação de 54h de processo formativo.

O que vou aprender?

  • Refletir sobre o papel do educador na sociedade;
  • Iniciar o processo de transição entre o modelo tradicional para um modelo inovador;
  • Práticas fundadas no paradigma da aprendizagem;
  • Processos de construção de dispositivos de aprendizagem;
  • Planejamento;
  • Roteiros de estudos;
  • Metodologia de trabalho de projeto;
  • Mediação pedagógica (tutoria);
  • Avaliação formativa, contínua e sistemática – evidências de aprendizagem contidas em portfólio digital.

Coordenadores

Arquiteta e Urbanista (UFF), MSc em Construção Civil (UFPR), especialista em Gestão Ambiental (UFPR). É designer de sistemas sustentáveis, educadora ambiental e especialista em arquitetura escolar. Na EcoHabitare é Coordenadora de Projetos para uma Nova Educação.
Educador, Pedagogo, Especialista em Leitura e Escrita, MSc em Ciência da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Idealizador da Escola da Ponte, em Portugal. É autor de inúmeros livros e artigos sobre educação e indutor de mais de 100 projetos para uma nova educação no Brasil. Na EcoHabitare é o Coordenador de Projetos de Formação.

Tutores

Pai, educador, professor de artes plásticas do município do RIo de Janeiro, atua no magistério há 9 anos, participa de um coletivo de professores que está construindo uma eco-escola pública no Rio de Janeiro, bacharel em design gráfico, atuou como coordenador de um grupo de artes formado por 30 jovens durante 11 anos, participou de diversos projetos voluntários, está vinculado aos projetos da Ecohabitare desde 2018.
Formada em Licenciatura Plena em Pedagogia, pós-graduada em Gestão Escola e especialista em alfabetização. É professora da rede Municipal de Petrópolis. Integrou a equipe do Projeto Independência de Petrópolis que recebeu certificação do MEC como projeto de Inovação e Criatividade em 2015.
Educadora e professora da SEEDF desde 1995. Eleita vice-diretora em 2014 e diretora nos anos de 2016 e 2019 da E. C. 115 Norte, onde iniciou o Núcleo de transformação da escola, em 2015, a partir da experiência do Gaia Escola. Formada em Pedagogia e Psicopedagogia, pela UnB, alfabetizadora e estudiosa da Neuropsicopedagogia.
Pai, educador libertário, utopista ativo, mestre em educação ambiental, pesquisador de permacultura e comunidades, técnico em assuntos educacionais da unipampa e coordenador do projeto de extensão Escola da Floresta.
Artista, designer em sustentabilidade, professora EE Prof José Manoel Alvares Rosende em Bom Jesus dos Perdões/SP, onde desenvolve em projeto “inovador”.
Pedagoga, psicopedagoga e pesquisadora de práticas inovadoras em educação no ISERJ. Atua como professora da educação básica na rede municipal do Rio de Janeiro e coordena o projeto Religare que abraçou o desafio de desenvolver novas relações sociais de aprendizagem.
Bióloga, pedagoga e educadora. Iniciou formação em Comunidade de Aprendizagem desde 2015. Hoje compõe a equipe pedagógica do núcleo de projeto da Comunidade de Aprendizagem do Paranoá.
Professora de Línguas no 3°CEB (Portugal). Mestre em Educação Intercultural. Hoje envolvida em projetos de Educação Comunitária. Ativista pela transformação da Educação, nosso Bem Comum.
Formada em Psicologia, realizou cursos de extensão universitária no Reino Unido com foco em educação e desenvolvimento infantil. Participou de projetos socioambientais, com associações de catadores de materiais recicláveis, educação e conscientização ambiental. Tem experiência na área de Psicologia e Educação Infantil, com ênfase em Psicologia Social, Ambiental e Gestão Interpessoal. Idealizadora e fundadora da Comunidade de Aprendizagem Jardim Ciranda, em Arraial d’Ajuda- BA. Atualmente está envolvida com projetos de reestruturação da Educação.
Bióloga, pedagoga, educadora, pós graduada em psicopedagogia e Coordenação Pedagógica Iniciou na educação pública em 2005 e atua como gestora da rede pública desde 2013. Romântica conspiradora.
Ser humano. Educador da Rede Pública e de Cursinho Comunitário. Formado em Publicidade, Artes e Pós-Graduando em ‘Música em Movimento’ pela UFSCar. Tutor em Políticas Públicas da Educação pelo FNDE. Idealista com prazer, sonhador por natureza, em movimento por utopia e geneticamente curioso.
Pedagoga, Especialista em Neurodidática e Gestão Escolar. Gestora e fundadora do Colégio Atenas, em Praia Grande/SP.

Investimento

As formações da EcoHabitare se orientam por uma visão colaborativa de sustentabilidade. Desde modo, todo o investimento necessário para sua realização é gerado a partir do desembolso financeiro dos participantes.

O valor de investimento da formação é de R$ 1.300,00 e pode ser dividindo em até 10 vezes no cartão de crédito.

Acreditamos que um projeto de transformação pressupõe o envolvimento direto e indireto de muitas pessoas. Esse tecer junto fortalece o potencial viral que sonhamos.

Lembre-se que as vagas são limitadas! As inscrições vão até o dia 13/08!