Para uma nova educação, é necessária uma arquitetura escolar que reprograme nossa memória afetiva e corporal relacionada com espaços de aprendizagem. Para isso, seu design deverá contemplar ambientes acolhedores, diversos, adaptáveis, flexíveis e lúdicos, com possibilidade de integração com a ambiente natural e com ao potencial educativo local. Deverá ser uma arquitetura que ensina a sustentabilidade, que possibilita aprendizagens cooperativas e colaborativas, e potencializa a criatividade e a autonomia.

O que é uma Escola Saudável?

É o espaço arquitetônico, projetado para apoiar uma nova educação, que possibilita o encontro de pessoas, o desenvolvimento do conhecimento a partir de sonhos, desejos, necessidades, posto a serviço da comunidade e fortalece o sentido de humanidade. E deve:

  • ter interface com equipamentos públicos e comunitários;
  • possibilitar que a comunidade usufrua das instalações;
  • potencializar o fluxo de saberes e fazeres no território;
  • estar integrado com a natureza;
  • integrar os princípios da construção sustentável e processos construtivos de baixo impacto ambiental.

Nossa concepção de projeto

Nossa concepção de projeto, integra os princípios da arquitetura sustentável:

  • Otimização do potencial construído do terreno de forma a reduzir alterações físicas radicais para implantação do edifício;
  • Consideração das condições climáticas, da hidrografia e dos ecossistemas do entorno em que o edifício será construído, para obter o máximo desempenho e o menor impacto;
  • Cumprimento com os requisitos de conforto higrotérmico, salubridade, iluminação e ocupação dos edifício;
  • Eficiência energética (racionalização do consumo de energia para aquecimento, refrigeração, iluminação e outros usos), com priorização do usos de energias renováveis;
  • Conservação de água com uso de água pluvial, reuso de água cinza e utilização de equipamentos economizadores;
  • Otimização do processo de construção para reduzir os resíduos resultantes;
  • Utilização de matérias e mão de obra local;
Entre em contato

Conheça um de nossos projetos

O galpão de 2.629,16 m2 de área construída, em estrutura pré-moldada, com dois pavimentos, projetado para ser um espaço de eventos, em 2018, com a criação da Escola Classe Comunidade de Aprendizagem do Paranoá – CAP criada em 2018 pela Secretaria de Educação do Distrito Federal, foi totalmente requalificado para ser um espaço de aprendizagem.

A EcoHabitare compatibilizou o espaço com a proposta pedagógica, readequando ao novo uso e projetando mobiliário adequado.