O Setor Comercial Sul está se tornando palco de festas aos finais de semana e assumindo sua vocação de polo cultural. Nos dias 3 e 4 de agosto, o espaço irá receber um festival que marca a sua transformação para Setor Criativo Sul, catalisando iniciativas importantes na cultura, na educação, na economia criativa e no empreendedorismo. E o professor José Pacheco, criador da Escola da Ponte, marcará presença para mostrar como a Ecohabitare está contribuindo para transformar a educação em Brasília e em várias cidades do Brasil.

O Festival Setor Criativo Sul terá palestras, exibição de filmes, debates, workshops e festas que irão mostrar o melhor da cena criativa candanga. Tendência mundial, os grandes festivais culturais são oportunidades de agregar experiências que já estão impactando positivamente os espaços urbanos e ao mesmo tempo contagiar a população do entorno que ainda não teve acesso a essas iniciativas.

Neste contexto, o professor terá participação em um painel de educação, no dia 3, sexta-feira, das 16h20 às 17h20, e uma palestra solo, na sequência, das 17h35 às 18h30.

Um dos objetivos do Festival é requalificar o centro da cidade e devolver o espaço físico e simbólico de cidadania aos frequentadores do local, sejam eles trabalhadores da região, população em situação de rua, passantes em busca dos serviços públicos e privados, brasilienses e turistas de todos os cantos.

Com a chamada #PraSeEncontrar, os dois dias de evento serão marcados por diálogos e painéis de arte e design, mobilidade, alimentação, educação, economia colaborativa, permacultura, compostagem, renovação política, agricultura urbana e outros temas relacionados à apropriação da cidade pelos moradores.

Serviço:

03 e 04 de agosto de 2018

O festival vai acontecer em vários locais e pontos do Setor Comercial Sul como o Museu Correios, o SESC Presidente Dutra, a Casa da América Latina (CAL – UnB) e o Espaço Cultural Canteiro Central.

INGRESSOS: https://goo.gl/nhEopA